Associações socioprofissionais de saúde enaltecem o governo pela indicação como grupo prioritário de vacinação

noticia2a

Falando durante a habitual reunião semanal com o Ministro da Saúde, Armindo Tiago, que decorre todas as segundas-feira, e que versa sobre a monitoria das medidas de prevenção e combate à COVID-19 no país, as lideranças das organizações socioprofissionais de saúde enalteceram o governo moçambicano pelos esforços empreendidos para a aquisição da vacina e pelo facto de as ter escolhido como grupo prioritário.

Gilberto Manhiça, Bastonário da Ordem dos Médicos de Moçambique, defendeu que a opção pelos profissionais da saúde não podia ser das melhores, uma vez que são os que mais têm estado em contacto com a doença, através dos cuidados prestados aos pacientes com COVID-19 e outras enfermidades.

Por seu turno, Maria Olga Matavel, Presidente da Associação Nacional dos Enfermeiros de Moçambique, destacou a massificação da informação sobre a vacina aos profissionais da saúde e reiterou ser de extrema importância que sejam estes a beneficiar-se da vacina, numa primeira fase.

Luísa Namburete, que representou a Associação dos Farmacêuticos de Moçambique (AFARM) no encontro, referiu que começando a vacinação com os profissionais de saúde, assegura-se a prontidão do sector até ao controle da pandemia.

Para além da habitual análise epidemiológica, avaliação da disponibilidade de medicamentos, artigos médicos e materiais de protecção nas unidades sanitárias, no encontro desta segunda-feira, foi analisado o processo de envio das vacinas para as províncias e distritos, acções de formação em curso sobre conhecimento e competências adequadas para uma administração segura e eficiente da vacina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *