Coronavírus mata 13 pessoas no país

O Ministério da Saúde (MISAU) notificou, esta quarta-feira (18.08), a morte de mais 13 pessoas devido à COVID-19 no país, perfazendo o cumulativo de 1.761 mortos por esta doença desde o início da pandemia. Trata-se de sete homens e seis mulheres, todos de nacionalidade moçambicana, com idades entre 30 e 84 anos. A informação foi partilhada hoje, em comunicado de imprensa.

O referido documento avança, ainda, que as mortes ocorreram nos últimos dias 16 e 17, com excepção de três, que foram declaradas hoje.

Além das mortes, o MISAU anunciou, igualmente, que mais 681 moçambicanos e 13 estrangeiros contraíram a doença nas últimas 24 horas. Dos novos casos, 367 são do sexo feminino e 237 do sexo masculino, todos de transmissão local.

A cidade de Maputo continua a registar o maior número de pessoas infectadas. Com 145 casos, a capital do país ultrapassou a província de Maputo, que  registou 136 casos da doença.

Com estes números, o país passa a ter um total de 140.765 casos positivos registados do novo Coronavírus, das quais 140.396 são de transmissão local e 369 importados.

O comunicado refere que, nas últimas 24 horas, mais 32 pessoas foram internadas e 33 tiveram alta hospitalar. Assim, Moçambique tem um cumulativo de 6.579 internados, dos quais 253 estão, até ao momento, sob cuidados médicos.

Para além de novos internamentos, o MISAU registou mais 773 recuperados da doença. Desta Cifra, 770 são nacionais e três, estrangeiros, aumentando para 122.222 o cumulativo de indivíduos livres do vírus. Actualmente, Moçambique tem 16.778 activos do novo Coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *