Coronavírus mata mais três pessoas e infecta 1.868 no país

Três pacientes do sexo feminino, com idades compreendidas entre 38 e 73 anos, residentes na cidade de Maputo, perderam a vida, devido à COVID-19, em Moçambique, elevando o cumulativo de óbitos pela doença para 2.099. Trata-se de um registo feito pelo Ministério da Saúde (MISAU) nas últimas 24 horas. No mesmo período, de acordo com um comunicado das autoridades sanitárias, 1.868 indivíduos contraíram o vírus.

O referido documento indica que, dos 1.868 casos ora reportados, 1.852 são nacionais e 16, estrangeiros, sendo que 1.014 são do sexo feminino, 852 do sexo masculino e dois ainda por apurar. Todas as infecções aconteceram no território moçambicano.

A capital do país (Maputo) continua à frente, com o registo de maior número de infecções pelo vírus (260), seguida pelas províncias de Manica, Nampula e Maputo, que registaram 256, 227 e 207 casos, respectivamente.

Do comunicado, ainda, consta que, nas últimas 24 horas, foram registados 33 novos internamentos, 14 dos quais na cidade de Maputo. No mesmo espaço de tempo, 44 pacientes tiveram alta, facto que eleva o global de internados para 8.137, sendo que 217 continuam a receber cuidados médicos em unidades sanitárias.

O MISAU reportou, igualmente, a recuperação de mais 2.646 pacientes, número que eleva o total de recuperados para 173.538. Actualmente, o país tem 37.218 casos activos da COVID-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *