MISAU ausculta jornalistas sobre melhores formas de cobertura das conferências de imprensa

nelson belarmino

Numa altura em que Moçambique debate-se com a problemática da pandemia do novo Coronavírus, responsável pela infecção de 10 pessoas até 01 de Abril, o Ministério da Sáude considera haver necessidade de melhorar as coberturas jornalísticas das conferências de imprensa sob ponto de vista de cumprimento dos princípios básicos de prevenção de SARS-CoV-2.

Foi neste espírito que a autoridade de saúde, ouviu esta quinta-feira, 02 de Março, jornalistas de diferentes órgãos da imprensa escrita, televisiva e radiofónica, sobre os melhores procedimentos a tomar durante as coberturas realizadas diariamente nas instalações do MISAU.

Neste contexto, uma das estratégias a ser implementada é a introdução de um dispositivo responsável pela distribuição de som, onde os “escribas” poderão conectar os cabos de áudio, sem no entanto, usar microfones.

Num futuro breve, aventa-se também, a possibilidade de selecção de jornalistas que representarão os demais, numa medida que visa evitar contactos e aglomerações que tem caracterizado as conferências de imprensa.

De recordar que o Ministério da Saúde considera os órgãos de comunicação social, como parceiros-chave na dessiminação de mensagens sobre o novo Coronavírus, que já infectou perto de 760 mil pessoas em todo mundo e matou mais de 36 mil.