Serviços de saúde

Consultas

Para minimizar os efeitos negativos da COVID-19 na saúde dos utentes seguidos nas consultas à nível das unidades sanitárias, o Ministério da Saúde estabeleceu um fluxo de atendimento que garante assistência regular a todos os pacientes, observando as medidas de prevenção do novo coronavírus.

Sendo assim, os doentes crónicos devem continuar a ir as consultas segundo as marcações e cumprir com a toma dos medicamentos; as mulheres grávidas devem continuar a frequentar as consultas pré-natais; as mulheres em idade fértil devem cumprir com as orientações do planeamento familiar e os pais e/ou encarregados de educação devem levar as suas crianças ao peso e a vacinação. Igualmente, qualquer pessoa que se sinta mal e necessite de assistência médica por doença ou lesão, deve dirigir-se à unidade sanitária sem receios, uma vez que as unidades sanitárias têm fluxos separados para os doentes com COVID-19.

Que precauções tomar na ida ao hospital?

  • Todos devem usar máscara (doente e acompanhantes);
  • Cumprir com a etiqueta da tosse;
  • Cumprir com o distanciamento físico mínimo de 1,5 metros;
  • Cumprir com as recomendações médicas.

Em caso de suspeita de COVID-19

Se tiver sintomas que fazem pensar em COVID-19, ligue para os contactos do Alô Vida para obter orientações ou dirija-se à unidade sanitária mais próxima cumprindo com as medidas de prevenção descritas abaixo. Se acha que foi exposto a COVID-19 por meio de contacto com alguém que a possui, é importante informar ao profissional de saúde.

Que precauções tomar na ida ao hospital?

  • Todos devem usar máscara (doente e acompanhantes);
  • Cumprir com a etiqueta da tosse;
  • Ter um plástico para descartar os lenços usados durante a tosse ou espirro;
  • Desinfectar regularmente as mãos;
  • Cumprir com o distanciamento físico mínimo de 1,5 metros.

Durante a consulta

  • Usar máscara;
  • Fornecer história clínica completa (que sinais e sintomas tem e quando iniciaram) e de todos os contactos com o qual esteve quer dentro ou fora de casa, incluindo no trabalho e outros locais públicos;
  • Falar sobre viagens recentes ou contacto com casos suspeitos.

Ao voltar para casa

  • Cumprir com as recomendações médicas;
  • Caso tenha sido testado aguardar o resultado até obter o diagnóstico definitivo;
  • Caso fique internado, o cuidador ou membro da família deve desinfectar o quarto onde esteve isolado e todos os utensílios usados, incluindo lavagem da roupa;
  • O cuidador deve entrar imediatamente em quarentena domiciliar.

Em caso de dúvida:

  • Ligue grátis para o Alô vida: 1490 através da TmCel e Movitel ou para o 84146 através da Vodacom
  • Disque para a PENSA através do *660#