Ministro da Saúde declara eclosão da terceira vaga da COVID-19 no país

noticia2a

O Ministro da Saúde, Armindo Tiago, declarou, numa conferência de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira (07), que Moçambique está diante duma terceira vaga do novo Coronavírus, distinta das anteriores por ser mais grave, num contexto em que o país registou, só nos primeiros seis dias do mês em curso, um total de 5.942 casos positivos da COVID-19 e 45 óbitos, números jamais vistos desde o início da pandemia.

O facto acima, nas palavras do governante, faz crer que a terceira vaga já está activo. Na mesma senda, o ministro advertiu que, nas próximas semanas, o país poderá registar um aumento incomparável de casos positivos, internamentos e de óbitos por COVID-19, o que poderá dificultar o tratamento de doentes internados, sendo que recursos como oxigénio poderão escassear.

“O número de casos e óbitos que registámos nesses primeiros dias de Julho confirmam a tendência do aumento crítico da transmissão do novo Coronavírus em Moçambique. Portanto, os dados de Moçambique e a situação vivida nos países da nossa região indicam que também no nosso país esta terceira vaga será mais grave que as duas primeiras”, declarou Tiago, apelando à continuidade do cumprimento das medidas de prevenção estabelecidas pelas autoridades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *