Moçambique regista a mais elevada subida de casos da COVID-19

O país registou, nas últimas 24 horas, uma subida galopante de casos de infecção pelo novo coronavírus, com o registo de 53 testes positivos, elevando para 307 o cumulativo de doentes. Deste total, 281 são de transmissão local e 26 importados.

A informação foi tornada pública esta tarde (02.06) pela directora nacional de Saúde Pública no Ministério da Saúde, Rosa Marlene, na Conferência de Imprensa de actualização de dados sobre a COVID-19, onde igualmente foi avançado o registo de mais um caso totalmente recuperado da doença.

Entretanto, segundo Marlene “dos 53 novos casos registados, a província de Nampula é que contribui com o maior número de infectados, com 47, seguida de Maputo com 5 e, por último a província de Cabo Delgado com um”.

A responsável de Saúde Pública referiu ainda que os novos casos são de nacionalidade moçambicana, sendo que 36 apresentam sintomatologia leve a moderada e 17 são assintomáticos.

Refira-se que nas últimas 24 horas foram testadas 269 amostras no Laboratório do Instituto Nacional de Saúde, em Marracuene, e são resultado da investigação de contactos de casos positivos nas províncias de Nampula, Cabo Delgado e Cidade de Maputo, e da vigilância activa nas Unidades Sanitárias.

Importa frisar que neste momento o país conta com um total de 307 casos positivos, dos quais 98 estão recuperados, dois óbitos e um internado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *