Moçambique sobe para 17 casos de Covid-19

Nas últimas 24 horas, o país registou um aumento de sete casos confirmados da Covid-19, dos quais seis relacionados com contactos do 10º caso, notificado semana passada, e um importado.

Trata-se de um funcionário da companhia petrolífera Total, que teve contactos com vários técnicos nos estaleiros da empresa, em Afungi, Cabo Delgado.

Com estes 7 casos, sobe para 17 o número de casos testados positivos em Moçambique, dos quais 9 de transmissão local e 8 importados.

Falando durante a Conferência de Imprensa de actualização de dados sobre a pandemia, o director-geral do Instituto Nacional de Saúde, Ilesh Jani, referiu que os dados actuais mostram a pertinência de “se observarem, com rigor, as medidas de prevenção para a Covid-19, com destaque para o distanciamento social”.

O INS rastreou 66 contacto do caso 10 da Covid-19, tendo já sido submetidos a testes 32, que resultaram em seis positivos. Destes seis positivos, cinco estão em Cabo Delgado e um na cidade de Maputo.

O Município de Maputo, através da Vereadora de Saúde e Accão Social, Alice Magaia, realçou as acções em curso ao nível da Cidade de Maputo para a prevenção da disseminação da pandemia, com destaque para a sensibilização de pessoas vivendo na rua e vendedoras de sexo.

“Com uma equipa conjunta, estamos a trabalhar em várias acções com vista a conter a propagação da Covid-19, desde a retirada de vendedores de rua na baixa da cidade que foi um sucesso, a obrigatoriedade de os estabelecimentos comerciais e instituições criarem condições para que os utentes higienizem as mãos à entrada, e ainda sensibilização a vários níveis”, explicou.

Por seu turno, Rosa Marlene, directora Nacional de Saúde Pública, considerou que, “não obstante o aumento de casos um pouco por todo o mundo, abre-se uma janela de esperança com o número de casos recuperados que se tem verificado dia-após-dia”.

Entretanto, chamou atenção para o facto de se olhar para a situação desta pandemia caso a caso, apelando, com isso, para o reforço das medidas de prevenção pela população.

Até ao momento, em Moçambique foram testados 467 casos suspeitos, dos quais 17 casos são positivos, com um recuperado.