País continua sem casos da variante Ómicron

Em comunicado de imprensa partilhado na tarde deste domingo (28), o Ministério da Saúde (MISAU) informou que Moçambique continua livre da Ómicron, uma nova variante detectada recentemente na África do Sul.

De acordo com o MISAU, as evidências científicas referentes às características funcionais da nova variante bem como a associação às formas graves da doença continuam desconhecidas. 

“A nível global estão em curso estudos visando o entendimento do comportamento desta variante, sabendo-se, por outro lado, que as formas de prevenção da variante Ómicron permanecem as mesmas que para as outras variantes do SARS CoV 2. O nosso país já está a reforçar as medidas de prevenção e controlo da COVID-19, nomeadamente, a vigilância sanitária sobretudo nos postos fronteiriços, a testagem dos casos suspeitos, a continuidade do processo de vacinação e vigilância genómica”, lê-se na nota.

O documento faz saber, ainda, que no período das últimas 24 horas, foram testadas, no país, 920 pessoas, das quais quatro revelaram-se positivas para o vírus.

Todos os quatro infectados são de nacionalidade, sendo três mulheres e um homem, que contraíram o vírus dentro do país. A província de Nampula está à frente, com o registo de maior número de infecções (02), seguida da cidade e província de Maputo, ambas com um caso cada. Com estes dados, o país soma um total de 151.124 casos positivos registados, dos quais 95 continuam activos.

Ainda do comunicado, consta que, nas últimas 24 horas, não houve registo de óbitos em pacientes infectados pela COVID-19, facto que mantém o total de mortes nos actuais 1.940. Mantém-se, igualmente, o número de internados em 7.045, por não ter sido registado nenhum caso de internamento e alta hospitalar.

Relativamente aos recuperados, o MISAU não registou nenhum caso em 24 horas, pelo que, mantém-se em 149.485 o cumulativo de indivíduos que venceram a doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.