País regista mais 23 casos de COVID-19

O Ministério da Saúde (MISAU) anunciou este sábado, 27 de Junho, que mais 23 pessoas testaram positivo para o novo coronavírus, elevando o total para 839 casos cumulativos, enquanto isso, duas pessoas recuperaram da COVID-19.

“Dois de Cabo Delgado, dezoito de Nampula, um da Zambézia, um de Gaza e um da Cidade de Maputo”, disse o director-geral do Instituto Nacional de Saúde (INS), Ilesh Jani, durante a conferência de imprensa de actualização de dados da COVID-19.

Segundo o director, os casos reportados são todos de nacionalidade moçambicana e resultam de rastreio de contactos de casos positivos e da vigilância em unidades sanitárias.

O responsável explicou que foram testados cumulativamente 27.956 casos suspeitos, dos quais 833 nas últimas 24 horas. Destes, 635 foram testados em laboratórios do sector público e 198 em laboratórios do sector privado.

Ilesh Jani explicou ainda que, das amostras testadas nas últimas 24 horas nos laboratórios do sector público, 22 provêm da província de Cabo Delgado, 182 de Nampula, 85 da Zambézia, 30 de Tete, 1 de Manica, 11 de Sofala, 97 de Inhambane, 28 de Gaza, 58 da Província de Maputo e 121 da Cidade de Maputo”.

A fonte supracitada revelou que houve, nas últimas 24 horas, um registo de mais dois casos totalmente recuperados da COVID-19, um caso na província de Cabo Delgado e outro na província de Maputo, elevando para 225 o número de doentes recuperados.

O director-geral do INS explicou que oito indivíduos continuam sob cuidados hospitalares, dos quais quatro estão internados na província de Nampula, dois na cidade de Maputo, um na província de Sofala e um na província de Gaza.

Até ao momento Moçambique tem cumulativamente 839 casos positivos registados, sendo 769 de transmissão local e 70 casos importados.

Refira-se que o país tem um cumulativo de 1.141.319 pessoas rastreadas para a COVID-19 nos diferentes pontos de entrada. Destas, 20.301 foram submetidas à quarentena domiciliar. Neste momento, 2.327 pessoas observam ainda a quarentena domiciliar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *