Registado um óbito e cinco pacientes internados devido à COVID-19

Subiu para 26 o total de pessoas que perderam a vida devido à infecção provocada pelo novo coronavírus, com a ocorrência de mais um óbito na cidade de Maputo.

Trata-se de um homem de nacionalidade portuguesa, de 76 anos de idade, que, segundo explicou a directora nacional adjunta de Saúde o Ministério da Saúde, Benigna Matsinhe, deu entrada na unidade dos cuidados intensivos do Hospital Central de Maputo no dia 29 de Agosto com quadro de doença grave. Foi testado para o SARS cov2 na altura do seu internamento e o resultado saiu positivo no dia 2 de Setembro.

“Durante o internamento, o paciente agravou o estado geral e foi declarado óbito na tarde do dia 1 de Setembro em curso”, explicou, reiterando que com este óbito, o país já contabilizou 26 infectados que perderam a vida devido a esta pandemia e quatro por outras causas.

Igualmente, o país registou, nas últimas 24 horas, mais cinco pacientes internados nos centros de isolamento para doentes da Covid-19 na cidade de Maputo, fixando o total de doentes sob cuidados médicos para 18, sendo um em Sofala e 17 na cidade de Maputo.

“No mesmo período, de ontem para hoje, tivemos seis pacientes com alta hospitalar, todos na capital do país”, explicou.

Nas últimas 24 horas, o país notificou mais 90 pessoas com a infecção provocada pelo novo coronavírus, dos quais 79 nacionais e onze estrangeiros.

“Todos os noventa 90 casos novos hoje reportados são de transmissão local e estão e foram extraídos de um grupo de 1.508 amostras testadas nos laboratórios nacionais dos sectores público e privado”, explicou, indicando que estes casos resultam de acções de vigilância activa nas unidades sanitárias e rastreio de contactos de casos positivos.

Em termos de localização, dos 90 notificados hoje, 22 estão em Niassa, seis em Nampula, um nas províncias de Tete e Manica. A província de Sofala tem quatro, Maputo com seis e a capital do país notificou 47.

Sobre os recuperados, o país contabilizou 42 casos, sendo nove em Cabo Delgado, um na Zambézia, onze de Sofala, dezoito de Manica e três da província de Maputo.

“Todos os 42 casos recuperados são indivíduos de nacionalidade moçambicana”, referiu.

Assim, segundo Benigna Matsinhe, o país tem cumulativamente 4.207 casos positivos registados, dos quais 3.941 são de transmissão local e 266 importados.

Daquele total, 2.370 indivíduos previamente infectados pelo novo coronavírus estão totalmente recuperados da doença, representando 56.3 por cento do total.

Tabela-resumo de dados sobre a COVID-19 em Moçambique | 03.09.2020

One thought on “Registado um óbito e cinco pacientes internados devido à COVID-19

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *