Sobe para 44 número de óbitos por COVID-19 em Moçambique

Notificados mais 91 casos de Covid-19

O número de óbitos devido à infecção pelo Novo Coronavírus no país subiu para 44 esta segunda-feira, 21/09, com a uma morte de um paciente que se encontrava internado na cidade de Maputo.

Trata-se de um homem de 70 anos de idade, moçambicano, cujo estado clínico agravou durante internamento numa das unidades de isolamento para doentes da COVID-19 na capital do Maputo.

O mesmo foi diagnosticado a infecção pelo Novo Coronavírus no dia 18 de Setembro e declarado óbito no dia 19 do mesmo mês.

Segundo o comunicado de imprensa emitido esta tarde pelo Ministério da Saúde, para além destes 44 óbitos pela doença, há outros quatro pacientes da COVID-19 que perderam a vida por outras causas.

Nas últimas 24 horas foram notificados 141 pacientes com a COVID-19, de um total de 848 amostras testadas nos laboratórios nacionais.

Com este registo, o cumulativo de pessoas diagnosticadas a COVID-19 desde o início da pandemia sobe para 6.912, dos quais 6.627 de transmissão local e 285 importados.

No referido comunicado, o MISAU refere que a Cidade de Maputo registou o maior número de casos com 94, seguido da Província do mesmo nome com 23.

O Ministério da Saúde avança que nas últimas 24 horas foram registados mais 24 pacientes internados devido ao agravamento da doença, todos na cidade de Maputo. Igualmente, foram registadas duas altas e mais um óbito, fixando o total de pessoas sob cuidados hospitalares em 56 no país, sendo que 53 estão na capital do país

Sobre os recuperados, foram registados mais 116 pacientes que se livraram da doença, elevando o total para 3.738, o equivalente a 54 por cento.

Dos recuperados hoje, 54 estão na Província de Maputo, 38 na capital do país, 15 em Nampula e nove em Tete.

Refira-se que Moçambique conta actualmente com 6.912 casos notificados desde o início da pandemia em Março, sendo que 3.738 estão declarados clinicamente recuperados, 44 mortos por COVID-19 e quatro por outras causas. Neste momento, 3.126 pacientes continuam activos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *